Grupos de Pesquisa

As pesquisas e projetos desenvolvidos no Departamento de Pesquisas Educacionais estão organizados em cinco eixos temáticos. Pesquisadoras e pesquisadores colaboram entre si, em diferentes momentos, consolidando interfaces de conhecimento e aprendizado.

Avaliação Educacional 

São focos das pesquisas realizadas a avaliação de programas educacionais e políticas públicas; elaboração e execução de novas metodologias e técnicas; sistematização de estudos por meio de artigos publicados em revistas nacionais e internacionais, disponíveis para consulta no site da FCC. Pesquisas recentes tem buscado contribuir para fundamentar processos de formação inicial ou continuada de professores (avaliação formativa); desenvolvimento de metodologia e estratégia de avaliação institucional das escolas, visando à melhoria da qualidade da educação e do desempenho escolar dos alunos do ensino fundamental. Análise de programas e políticas como o Programa de Iniciação à Docência da CAPES/MEC. Em pleno avanço está a construção de uma Escala de Valores, capaz de avaliar a presença e o modo de adesão aos valores de justiça, respeito, solidariedade e convivência democrática em estudantes e professores de Educação Básica.

Líderes: Gláucia Torres Franco Novaes (gnovaes@fcc.org.br) / Marialva Rossi Tavares (mtavares@fcc.org.br)

Educação Infantil: políticas e práticas

No campo da história da educação infantil tem se consolidado e ampliado a página "História da Educação e da Infância", sediada no portal da Fundação Carlos Chagas. Nesse portal, pesquisadores e professores encontram um amplo conjunto de documentação, envolvendo as temáticas: creche; educação especial; escola primária; igreja católica e educação; legislação sobre a infância no Império do Brasil, entre outros temas. Outro segmento de estudos tem se dedicado à desenvolver um modelo conceitual para um sistema de monitoramento das políticas e das ações da gestão municipal, com vistas à melhoria da qualidade da educação infantil. Vale destacar, também, estudo com foco em creches, em particular das condições da educação infantil, considerando a relação entre matrículas e tamanho da população na idade correspondente, em especial frente ao variado perfil socioeconômico das famílias e das mães de crianças de 0 a 3 anos.

Líderes: Moysés Kuhlmann Júnior (mkj@fcc.org.br) / Eliana Maria Bahia Bhering (ebhering@fcc.org.br)

Políticas e Práticas da Educação Básica e Formação de Professores

As pesquisas destacam-se na identificação e na compreensão da maneira como estudiosos de políticas públicas vêm analisando a implementação de políticas educacionais, com foco nos instrumentos de planejamento, na avaliação de programas e projetos de governo, nos mecanismos de representação e participação da comunidade escolar e, ainda, no uso do tempo em sala de aula pelos alunos. Além disso, está em construção um quadro diagnóstico e compreensivo a respeito das políticas curriculares para o ensino médio a partir de pesquisa de dados junto aos estados brasileiros. Uma pesquisa interinstitucional, em fase inicial, investiga os conflitos no espaço escolar.

Líderes: Claudia Leme Ferreira Davis (cdavis@fcc.org.br) / Ângela Maria Martins (amartins@fcc.org.br)

Representações Sociais, Subjetividade e Educação

O Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade - Educação (CIERS-ed), um centro de referência para estudos que envolvem a perspectiva psicossocial das representações sociais, articulada à educação e com foco, sobretudo, na subjetividade e na profissionalização docentes. Esse Centro participa do Réseau Mondial Serge Moscovici (EHESS, França) e da Rede associada à Cátedra UNESCO/CNAM-França - "Formation et Pratiques Professionnelles", tendo papel de destaque na organização da Rede latino-americana Neoliberalismo, Resistencias, Educación Y Subjetividades en América Latina, em parceira com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidad Central de Caracas (Venezuela) e a Universidad Nacional Autônoma de México (México). Neste eixo, pesquisas são desenvolvidas em parceria com outros grupos de pesquisa e contam com o apoio de consultores brasileiros e internacionais.

Líderes: Lucia Pintor Santiso Villas Bôas (lboas@fcc.org.br) /Adelina de Oliveira Novaes (anovaes@fcc.org.br)

Gênero, Direitos Humanos e Raça/Etnia

As pesquisas privilegiam a análise das relações de gênero e étnico-raciais em diferentes espaços de interação social, visando também promover os direitos humanos de grupos historicamente discriminados. Estudos recentes têm focalizado os direitos das mulheres em suas diferentes dimensões; a investigação das características da formação e a do trabalho, bem como a situação atual do mercado de trabalho em carreiras profissionais nas quais historicamente as mulheres tem sido sub-representadas. No campo da educação, em particular do ensino superior, o enfoque são políticas de ações afirmativas, as desigualdades da população brasileira quanto ao acesso à pós-graduação stricto sensu e à possibilidade de concluí-la. Além das atividades de pesquisa, estudos e divulgação científica em que estão envolvidas, as pesquisadoras têm importante presença no debate público das políticas relativas aos seus objetos específicos de análise: mulheres e questões de gênero, sexualidade, direitos humanos e relações étnico-raciais.

Líderes: Sandra Gouretti Unbehaum (sandrau@fcc.org.br) /Arlene Martinez Ricoldi (aricoldi@fcc.org.br)