Inclusão escolar em tempos de pandemia

Descrição

Em julho de 2020, diante dos efeitos da suspensão das aulas presenciais, em função da pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19), as atividades remotas já eram uma prática em grande parte do país e se iniciava o debate sobre a reabertura das escolas. Estudos já apontavam os desafios em relação à educação escolar durante a pandemia, mas eram escassos os dados produzidos sobre o público-alvo da educação especial (alunas e alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento (TGD) e altas habilidades/superdotação), apesar de o cenário indicar que as barreiras e desigualdades poderiam ser agravadas. Com o objetivo de identificar os desafios enfrentados pelas professoras e professores da educação básica, para assegurar o acesso e a participação desse alunado, assim como as estratégias adotadas para garantir o direito à educação especial na perspectiva da educação inclusiva, durante a suspensão das aulas presenciais, esta pesquisa contou com a participação de 1.594 docentes, de todas as unidades da federação, sendo identificados quatro grupos de respondentes, com base na atuação docente: classe comum com alunos público-alvo da educação especial (67,5%); atendimento educacional especializado (AEE) (25,4%); escola ou classe bilíngue para surdos (2,4%); e escola ou classe especial (4,7%). Para garantir acessibilidade, foi disponibilizado um questionário acessível recorrendo à plataforma eletrônica (SurveyMonkey), com seu conteúdo integralmente traduzido para a Libras e submetido à pré-testagem por pessoas surdas e uma surdocega. Também contribuíram com essa etapa de pré-testagem professores cegos usuários de leitores de tela; pessoas com baixa visão, no que se refere ao contraste – cor de fundo e tipo de fonte; e também professoras com deficiência física, sendo uma delas usuária de tecnologia de rastreamento facial. Em novembro de 2020, foi publicado, no site da FCC, Informe com resultados parciais da pesquisa, em página plenamente acessível e traduzida para a Libras.

Publications

Sobre

Coordenação: Adriana Pagaime (FCC) e Kate Kumada (UFABC)

Pesquisadora DPE/FCC: Amélia Artes

Estatística: Raquel da Cunha Valle

Pesquisadores Colaboradores: Douglas Ferrari de Melo (Ufes), Rosângela Gavioli Prieto (USP) e Silvana Lucena Drago (USP)

Vigência: 2020-2021

Skip to content