1. Home
  2. |
  3. Education and Research
  4. |
  5. Contribuições para a pesquisa em educação no contexto da pandemia
  6. |
  7. Projeto Temático
  8. |
  9. Eixo 1 – Políticas educacionais, formação docente e avaliação
  10. |
  11. Ensino remoto: a implementação de orientações da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo por diretores escolares

Ensino remoto: a implementação de orientações da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo por diretores escolares

Descrição

A pandemia de covid-19 afetou todas as esferas da vida e exigiu o isolamento social como a principal estratégia para reduzir a expansão de uma doença cuja letalidade mostrou-se baixa, no início, mas o poder de infecção se dá em escala geométrica. Nesse cenário, crianças e adolescentes, desde meados de março de 2020, estão fora das escolas e muito se tem discutido sobre como dar prosseguimento à sua educação. Quando o cenário indicava um extenso período de isolamento, escolas privadas e sistemas públicos de educação tiveram que enfrentar o desafio de dar prosseguimento ao trabalho pedagógico para não comprometer o calendário letivo, apesar da escassez de recursos e do curto período para a organização do ensino remoto. Em contexto de crise sanitária, a indefinição nas orientações comuns e a ausência de políticas sociais integradas entre as esferas de governo em relação a protocolos de prevenção e segurança de funcionários, alunos e familiares – além de informações sobre como proceder em casos de infecção e acessar unidades básicas de saúde –, estão ampliando níveis de ansiedade e estresse nos atores escolares. Nessa direção, esta pesquisa procura compreender o campo de tensão constituído entre orientações legais e normativas preconizadas pela Secretaria Estadual  de Educação (Seduc-SP), durante o período de ensino remoto, e o processo de retomada do ensino presencial que contempla, além do arcabouço legal do estado, indicações prescritas por legislação municipal, e como diretores escolares – que atuam em escolas estaduais em municípios paulistas – têm traduzido e implementado essas indicações. Trata-se de pesquisa qualitativa e exploratória realizada por meio de análise documental, de entrevistas compreensivas a serem efetuadas com diretores escolares, em interlocução com estudos da área.

Sobre

Pesquisadores DPE/FCC: Angela Martins (coord.), Cláudia Pimenta, Fabiana S. Fernandes e Vandré Gomes da Silva

Pesquisadores colaboradores: Ricardo Alexandre Marangoni (Unicid) e Sanny Silva da Rosa (USCS)

Financiamento: Fundação Carlos Chagas e Itaú Social

Vigência: 2020-2021

Skip to content