1. Home
  2. |
  3. Fcc Notícias
  4. |
  5. Em encontro na FCC, pesquisadora de Harvard elogia professores que atuam na formação docente no Brasil
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos

 

Em encontro na FCC, pesquisadora de Harvard elogia professores que atuam na formação docente no Brasil

 

|04/04/19

Nos dias 26 e 27 de março, professores de diferentes universidades se reuniram no auditório do DPE (Departamento de Pesquisas Educacionais) da FCC (Fundação Carlos Chagas) para refletir sobre a formação inicial dos docentes brasileiros. O encontro contou com a participação da pesquisadora parceira Katherine Merseth, professora sênior da Escola de Educação da Universidade de Harvard, nos EUA.

A atividade foi uma das ações desenvolvidas na segunda etapa da pesquisa Ensinando professores a ensinar: um estudo sobre práticas formativas na formação inicial docente, coordenada por Gabriela Moriconi, pesquisadora da FCC. O estudo tem como objetivo contribuir para o debate educacional no Brasil ao investigar as práticas formativas utilizadas por formadores em cursos de formação inicial docente.

Após revisão de literatura, que mapeou a produção acadêmica de grupos de referência internacionais e nacionais sobre a temática, os pesquisadores envolvidos no estudo estão produzindo nove estudos de caso com professores de licenciatura brasileiros que participaram do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques.

Ao longo dos dois dias de discussão, Katherine ouviu atentamente os relatos das iniciativas desenvolvidas pelos 11 formadores presentes. Ela afirmou “estar impressionada com a qualidade do trabalho desenvolvido por eles”. Alguns desses projetos foram premiados e estão disponíveis na página do Prêmio, apresentados em detalhes na Série Textos FCC.

Para Cristiane Fuzer, professora da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) e uma das vencedoras do Prêmio na Edição de 2017, a atividade foi uma oportunidade rara, pois reuniu não apenas formadores de diferentes áreas do conhecimento, como também de diversas regiões do país. “Essa experiência evidenciou o quanto nós, formadores, precisamos ter mais consciência das nossas práticas, refletir sobre elas e continuar nos dispondo ao desafio de inovar (seja criando estratégias, seja combinando diferentes estratégias) para qualificar a formação dos futuros professores”.

Gabriela explica que o encontro buscou reunir a equipe de pesquisadores, a parceira na realização do estudo, Katherine, e os formadores de licenciaturas de diversas localidades do país e que são sujeitos da investigação. “Foi uma oportunidade ímpar para aprofundar as discussões em torno dos achados da pesquisa sobre as práticas inspiradoras desses formadores, promover o contato e a troca de experiências entre eles e ouvir a professora Katherine, com sua longa experiência como formadora e diretora do programa de formação de Harvard”, avalia a pesquisadora da FCC.

Na foto, o registro do encontro que contou com a participação de Amadeu Moura Bego, da Unesp/Araraquara (Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”); Ana Paula Bossler, da UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro); Anselmo Lima, da UTFP (Universidade Tecnológica Federal do Paraná); Bernadete Beserra, da UFC (Universidade Federal do Ceará); Elton Castro, Jadir Gonçalves Rodrigues e Sônia Bessa, da UEG (Universidade Estadual de Goiás); Giovani José da Silva, da Unifap (Universidade Federal do Amapá); Maria Teresa de Moura Ribeiro, da Unitau (Universidade de Taubaté); e Mauren Porciúncula, da Furg (Universidade Federal do Rio Grande).

Também estiveram presentes as pesquisadoras: Claudia Davis, Gisela Tartuce, Marina Nunes e Patrícia Albieri, todas da FCC. E os pesquisadores colaboradores: Ani Martins, Lisandra Príncepe, Rodnei Pereira e Walkiria Rigolon.

 

Skip to content