1. Home
  2. |
  3. Fcc Notícias
  4. |
  5. Fundação Carlos Chagas cria um espaço para discussão sobre a educação básica no país
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos

 

Fundação Carlos Chagas cria um espaço para discussão sobre a educação básica no país

 

|30/09/21

Lançamento de série de webinários voltados para as pesquisas em educação conta com a presença do Itaú Social e UNESCO-Brasil.

Graciele Oliveira

A Fundação Carlos Chagas lança a série de webinários Pesquisas Educacionais em Foco na próxima terça-feira, dia 5 de outubro, às 10 horas, no canal do YouTube da instituição. A primeira temporada da série terá apresentações de pesquisas relacionadas ao projeto temático Educação escolar em tempos de pandemia na visão de professoras/es da Educação Básica realizadas pela Fundação Carlos Chagas em parceria com a Unesco Brasil e Itaú Social.

A abertura da série conta com as participações da vice-presidente da Fundação Carlos Chagas, Lúcia Villas Bôas, a coordenadora do Setor de Educação da UNESCO – Brasil, Maria Rebeca Otero Gomes e a especialista em Monitoramento e Avaliação do Itaú Social, Esmeralda Correa Macana.

O primeiro webinário do Pesquisas Educacionais em Foco tem o título de Reflexões sobre as desigualdades educacionais no contexto da pandemia e trará resultados de duas das sete pesquisas em andamento no Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas.

Amélia Artes, uma das participantes do webinário e coordenadora do projeto Desigualdades da educação brasileira: ressignificação do abandono escolar no contexto da pandemia, destaca que “o projeto busca colocar em discussão um dos efeitos mais preocupantes da pandemia na educação: o aumento das desigualdades educacionais, em especial as relacionadas aos meninos negros e aos estudantes com deficiência”. Ela apresentará os resultados iniciais da pesquisa trazendo uma análise interseccional relacionando os marcadores de sexo, cor/raça e deficiência e a condição de abandono escolar.

Durante o webinário, Claudia Pimenta, coordenadora da pesquisa Contornos das desigualdades na educação infantil no contexto da pandemia, apresentará um panorama da educação infantil a partir da perspectiva dos professores que atuam nessa etapa de formação. Ela destaca alguns dos resultados da sua pesquisa, como as desigualdades de acesso às tecnologias de informação e comunicação e as dificuldades pedagógicas associadas ao ensino remoto nesta etapa de formação. “As especificidades da educação infantil devem ser levadas em conta nas reflexões sobre o ensino remoto. As crianças desta etapa formativa requerem mediações e interações sociais específicas. Além disso, o tempo recomendado de uso de instrumentos tecnológicos é menor do que para outras faixas etárias de alunado”, complementa Cláudia.

A série de webinários cria um espaço de diálogo sobre as pesquisas realizadas pela instituição de forma a promover uma construção conjunta de reflexões sobre a educação básica no Brasil. “A Fundação Carlos Chagas historicamente tem um papel importante nos caminhos trilhados da educação brasileira. Aumentar o alcance dessas discussões por meio de ambientes virtuais contribui no desenho de alternativas para os desafios atuais da educação” conclui Amélia.

Lançamento

Pesquisas Educacionais em Foco

Webinário: Reflexões sobre as desigualdades educacionais no contexto da pandemia

5 de Outubro às 10h

Acesso: Fundação Carlos Chagas – canal YouTube

Skip to content