1. Home
  2. |
  3. Fcc Notícias
  4. |
  5. Fundação Carlos Chagas lança série de webinários para discutir a educação escolar em tempos de pandemia
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos

 

Fundação Carlos Chagas lança série de webinários para discutir a educação escolar em tempos de pandemia

 

|25/10/21

Abertura do evento contou com a participação da UNESCO-Brasil e do Itaú Social

No dia 05 de outubro, Dia Mundial dos Professores, a Fundação Carlos Chagas deu início à série de webinários Pesquisas Educacionais em Foco. Em sua primeira temporada, a série apresentará pesquisas relacionadas ao projeto temático “Educação escolar em tempos de pandemia na visão de professoras/es da Educação Básica”, realizadas pelo Departamento de Pesquisas Educacionais (DPE) da instituição em parceria com a Unesco Brasil e o Itaú Social.

Na abertura do evento, a diretora vice-presidente operacional da Fundação Carlos Chagas, Lúcia Villas Bôas, agradeceu a atuação de todos os professores e professoras e apresentou o projeto temático que inicia a série. O projeto, que está organizado em sete estudos, faz parte do compromisso social da instituição com a defesa da educação, da pesquisa educacional e da ampliação dos espaços públicos de diálogo.

Em seguida, Esmeralda Correa Macana, especialista em Monitoramento e Avaliação do Itaú Social, reforçou a importância de parcerias em prol da educação e de pesquisas na área: “As pesquisas são relevantes para as políticas públicas e merecem ter destaque, pois nos ajudam a tomar decisões mais assertivas, a identificar caminhos e soluções, a gerar inovações e a sistematizar boas práticas e referências”, aponta Esmeralda. Maria Rebeca Otero Gomes, coordenadora do Setor de Educação da UNESCO – Brasil, destacou o impacto da pandemia sobre a educação e as desigualdades educacionais na América Latina e no Caribe. Para ela, “os sistemas educacionais dependem da sociedade e transformam a sociedade. Se temos uma sociedade desigual e intolerante, podemos criar sistemas educacionais injustos e discriminatórios e é preciso que a educação trabalhe essas questões”.

A abertura foi seguida pela apresentação de dois estudos em andamento no projeto. A pesquisadora Cláudia Pimenta (DPE) trouxe um panorama da educação infantil no contexto da pandemia. Pimenta discutiu a experiência e a percepção docentes em relação a temas como desafios pedagógicos do ensino remoto diante das especificidades da educação infantil, saúde mental e emocional de professores e crianças, e acesso às tecnologias de informação e comunicação. “A educação infantil lida com um público cuja infância passa muito rápido. Então é muito difícil fazer processos de recuperação do processo educacional com as crianças e [no contexto de pandemia] é preciso lidar com mais esse desafio”, afirma.

Em relação aos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, a pesquisadora Amélia Artes (DPE) apresentou os principais resultados de uma análise interseccional que utiliza dados da PNAD COVID19 (IBGE) para avaliar o abandono escolar, considerando marcadores de sexo, cor/raça e a ausência de informações sobre estudantes deficientes. Segundo Artes, os estudantes reagem de maneira diferente ao contexto pandêmico, a depender da estrutura à qual têm acesso. Por isso, é importante entender quais estudantes foram mais atingidos e pensar políticas mais efetivas de permanência.

O evento foi finalizado com uma sessão de perguntas do público, na qual as pesquisadoras comentaram sobre as particularidades do contexto educacional brasileiro e a importância do diálogo com gestores públicos e professores para reduzir os danos derivados da pandemia.

Confira a íntegra do evento aqui.

O próximo webinário da série Pesquisas Educacionais em Foco acontece em novembro e abordará as condições de trabalho e emprego de docentes no Ensino Fundamental.

2o Webinário Pesquisas Educacionais em Foco 
Retratos sobre as condições de trabalho e emprego docente no Ensino Fundamental
Participação de Antonio Bresolin do D3e – Dados para um debate democrático na educação e apresentações de Gabriela Moriconi e Maria Rosa Lombardi da Fundação Carlos Chagas
Dia 5 de novembro às 10h
Acesso: Canal da Fundação Carlos Chagas – YouTube

Skip to content