1. Início
  2. |
  3. Educação e Pesquisa | Pesquisas
  4. |
  5. Evasão escolar e Juventude: as realidades de Ilhéus (BA) e Guarulhos (SP).

Evasão escolar e Juventude: as realidades de Ilhéus (BA) e Guarulhos (SP)

Pesquisadores DPE/FCC: Amélia Artes (coord.) e Sandra Unbehaum

Pesquisadores colaboradores: Profa. Raquel de Oliveira (UESC)

Financiamento: Fundação Carlos Chagas

Vigência: 2018-2020

Descrição: Após o Seminário Raça Negra e Educação – 30 anos depois e agora do que mais precisamos falar? realizado em parceria com a ABPN (Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negras/o), Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e com as participações dos Prof. Ivair Augusto Alves dos Santos e Profa. Raquel de Oliveira (Universidade Estadual de Santa Cruz – Ilhéus ) surgiu a proposta de manter uma pauta de trabalho que envolvesse a temática Juventude e Evasão Escolar. Foi assinado Termo de Cooperação Científica com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC-Ilhéus) e uma reunião técnica com docentes da UESC e professores/supervisores da rede que irão desenvolver o trabalho junto às escolas da EJA. O projeto em Ilhéus, previsto para 18 meses, pretende estudar os mecanismos que dão origem ao processo de evasão escolar no campo da Educação de Jovens e Adultos (EJA), tendo como questões de pesquisa: Quais são as principais causas da evasão escolar, na perspectiva, dos professores do município de Ilhéus? Existem vínculos entre a evasão escolar e o preconceito étnico-racial? Nosso objetivo geral é diagnosticar os fatores que influenciam os alunos da EJA abandonarem a escola e os específicos envolve: formar e habilitar professores da rede do município de Ilhéus para o manuseio de dados produzidos pelo IBGE, INEP, outros órgãos de perfis semelhantes; e dialogar com docentes sobre questões relacionadas à evasão escolar, juventude e preconceito étnico-racial. O termo de Cooperação com a UNIFESP, em fase final de trâmite, prevê o início dos trabalhos para 2019.

FCC
Skip to content