Subjetividade social docente e políticas de subjetividade: aportes de uma perspectiva psicossocial

Pesquisadores DPE/FCC: Adelina Novaes (coord.)

Equipe de pesquisa: Erika Kulessa de Souza

Financiamento: CNPq, Unicid, FCC

Parceiro: Unicid

Vigência: 2017-2020

Descrição: Em 2019, o projeto deu continuidade ao esforço de aprofundamento da investigação acerca da conexão entre subjetividade social e representações sociais, com o intuito de apresentar contributos aos estudos educacionais fundamentados em uma perspectiva psicossocial. Para tal, buscou-se realizar aprofundamento teórico no que concerne à produção social da subjetividade docente, com um enfoque na abordagem dialógica das representações sociais, ao recorrer à tríade dialógica sistematizada por Ivana Marková. Complementarmente ao investimento teórico no sentido de cercar o constructo subjetividade social, foi concluído o trabalho de campo, tendo sido realizados os quatro grupos focais previstos, orientados pela proposta teórico-metodológica da dialogicidade e coletadas informações por meio da Metodologia Q junto a 50 docentes do EF (6º ao 9º ano) da cidade de São Paulo. O estudo da fatorial Q, a sistematização e a análise dos resultados têm contado com a consultoria de Ivana Marková, tendo sido realizada em 2019 uma viagem à University of Cambridge, Inglaterra, para esse fim.

Skip to content