1. Início
  2. |
  3. Fcc Notícias
  4. |
  5. ABPN lança edição especial sobre as desigualdades enfrentadas por negras e negros no país
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos

 

ABPN lança edição especial sobre as desigualdades enfrentadas por negras e negros no país

 

|08/05/19

Fonte: ABPN

Está disponível a quarta edição especial da Revista da ABPN (Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as), composta pelo Caderno Temático: Raça Negra e Educação 30 anos depois: e agora, do que mais precisamos falar?, organizado pelas(os) pesquisadoras(es) Profa. Dra. Anna M. Canavarro Benite (UFG), Profa. Dra. Amélia Artes (FCC), Prof. Dr. Cleber Santos Vieira (Unifesp), Prof. Dr. Ivair Augusto Alves dos Santos (UnB), Prof. Dr. João do Prado Ferraz de Carvalho(Unifesp), Profa. Dra. Nicea Quintino Amauro (UFU), Profa. Dra. Rachel Oliveira (UESC), Profa. Dra. Sandra Unbehaum (FCC).

O Caderno Temático composto por 15 artigos, é resultado dos debates fomentados durante o Seminário “Raça Negra e Educação 30 anos depois: e agora, do que mais precisamos falar?”, organizado pela ABPN, FCC (Fundação Carlos Chagas) e o NEAB-Unifesp (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros na Universidade Federal de São Paulo).

O evento ocorreu entre os dias 22 a 24 de agosto de 2017, no Auditório Marcos Lindenberg da Unifesp – Campus São Paulo, e foi dedicado ao resgate das temáticas publicadas na Revista Cadernos de Pesquisa n. 63 “Raça Negra e Educação” que completou, em 2017, 30 anos. A obra reuniu atores e atoras da geração propositora dos textos de 1987, que na atualidade discutem as temáticas das ainda persistentes desigualdades educacionais para negras e negros no país.

A publicação dos Cadernos Temáticos pela Revista da ABPN busca promover ações multidisciplinares e/ou interdisciplinares na formação de pesquisadores e na produção de conhecimento, assim como incentivar a colaboração entre pesquisadores de diferentes áreas com vistas a realização de trabalhos e formação que considere as pluriepistemias e incentive o diálogo com os saberes tradicionais.

 

Skip to content