1. Início
  2. |
  3. Fcc Notícias
  4. |
  5. Prêmio CAPES de Tese reconhece melhores teses de 2019. Em premiação especial, FCC valoriza os melhores trabalhos nas áreas de Educação e Ensino
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos
Avaliação | Processos Seletivos  
Pesquisa e Educação
Concursos

 

Prêmio CAPES de Tese reconhece melhores teses de 2019. Em premiação especial, FCC valoriza os melhores trabalhos nas áreas de Educação e Ensino

 

|13/12/19

* Com informações da CCS/Capes

Nesta quinta-feira (12/12) aconteceu, em Brasília, a cerimônia de premiação da 14ª edição do Prêmio CAPES de Tese. Desde 2012, a FCC (Fundação Carlos Chagas) soma esforços com a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) na valorização de pesquisas em Educação, oferecendo um prêmio adicional às áreas de Educação e Ensino, nas categorias Melhor Tese e Menção Honrosa. Em 2019, as vencedoras dessas categorias foram, respectivamente: Karina Menezes, da UFBA (Universidade Federal da Bahia), e Luzia Voltolini, da Ulbra (Universidade Luterana do Brasil).

No evento também foram anunciadas as três melhores pesquisas de doutorado defendidas entre as 49 teses premiadas, categoria patrocinada pelos institutos Serrapilheira e Ayrton Senna. Os vencedores foram: Carolina Levis, do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), Beatriz Schmidt, da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), e José Holanda da Silva, da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Outras 98 pesquisas participantes receberam menções honrosas. Promovido desde 2006, este ano o prêmio recebeu 1.142 inscrições, um recorde histórico.

Durante a abertura do evento, Anderson Correia, presidente da CAPES, ressaltou a importância de reconhecer e incentivar estudos de alto nível na pós-graduação e o grande momento vivido pelos pesquisadores. “Chegar até o mestrado e o doutorado, e ainda ser premiado, é uma alegria muito grande. Um dia que vai marcar a história de 49 pessoas, que sempre lembrarão que foram premiadas pela CAPES, sendo a melhor pesquisa do País na respectiva área de avaliação”.

Sandra Unbehaum, chefe do Departamento de Pesquisas Educacionais da FCC e que entregou os prêmios para os pesquisadores Karina Menezes e Luzia Voltolini, avalia que “a parceria com a CAPES na premiação de melhor tese em Educação e Ensino é uma demonstração da nossa instituição do reconhecimento e da valorização da ciência brasileira e da pesquisa científica em educação”.

Confira no site da FCC, os trabalhos vencedores e os que receberam menções honrosas em 2019 e nas edições anteriores nas áreas de Educação e Ensino.

Grande Prêmio

Os nomes dos três grandes prêmios são uma homenagem a grandes cientistas brasileiros. Oscar Sala nomeia a categoria de Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar, Graziela Maciel Barroso empresta seu nome ao Grande prêmio de Ciências da Vida, e Josué de Castro é o patrono da grande área de Humanidades. José Holanda da Silva foi o vencedor do prêmio Oscar Sala, orientado por Sérgio Machado Rezende, do Programa de Pós-Graduação em Física da UFPE.

Carolina Levis, orientada por Flávia Regina Capellotto, do PPG em Biologia (Ecologia) do INPA, ganhou o prêmio Graziela Maciel Barroso. “Estou sentindo uma emoção enorme porque eu acho que é fantástico poder estar num momento desse, de celebrar as conquistas científicas. Estou vivendo um momento de celebrar todo o trabalho que já realizei ao longo de dez anos em que estou na Ciência”.

A vencedora do prêmio Josué de Castro foi Beatriz Schmidt, orientada por César Augusto Piccinini, do PPG em Psicologia da UFRGS. “Para mim é uma grande honra. Penso que é algo para coroar toda a minha trajetória acadêmica, desde o período de iniciação científica ao longo do mestrado, doutorado, doutorado-sanduíche e no período de pós-doutorado também fui bolsista CAPES. Então, para mim, é uma grande conquista receber esse prêmio”.

Eles receberam uma bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição internacional por até 12 meses. O orientador de cada pesquisa receberá R$ 9 mil para participação em congresso internacional. Os três vencedores também receberam R$ 20 mil, cada. Carolina e José de Holanda foram agraciados pelo Instituto Serrapilheira, e Beatriz, pelo Instituto Ayrton Senna.

Para a seleção do Grande Prêmio foram formadas três comissões, uma em cada grande área do conhecimento, compostas por, no mínimo, três membros e lideradas pelo presidente da CAPES.

Prêmios Especiais

Além dos prêmios especiais entregues pela FCC, a Comissão Fulbright agraciou o autor da melhor tese sobre a relação Brasil-Estados Unidos com uma bolsa de pós-doutorado naquele país, no valor de US$ 16 mil. Thiago Lopes, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), foi o vencedor pela Comissão Fulbright. Em 2020, a RPN (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) também será um dos parceiros do Prêmio.

Assista no vídeo abaixo à cerimônia de premiação:

 

 

 

FCC
Skip to content